terça-feira, 26 de julho de 2011

CIRURGIA ORTOGNÁTICA -26/07/2011 -671 DIAS APÓS

Boa noite pessoal!
Estou aqui de volta para o post de julho. A novidade é que comecei a tomar a formula homeopática que um amigo que fiz aqui no blog resolveu compartilhar comigo. Ele também tem contraturas, parestesia, etc. Na realidade não há uma cura milagrosa. O que de fato acontece é uma sensação de bem estar geral. O formigamento e ardência diminuem bastante, o que já é algo de bom..Mas o resto não se modifica. 
Estava conversando com ele um dia deste e manifestei uma opinião de que isso não vai mudar e vamos ter de nos acostumar, mas ele acha que há de se ter esperanças. Por mim confesso que já não faz tanta diferença. Minha vida segue: como, bebo, me divirto igual a sempre. Em setembro farei dois anos de operada. Acabei da fezes os exames finais que Dra. Vanessa me pediu e devo retornar a ela nessa época. Depois conto tudo, como sempre!
Contudo o que eu realmente gostaria hoje é de direcionar essa postagem aos fumantes que pretendem fazer a cirurgia ortognática. O fumo de modo geral não faz bem e todo mundo sabe disso, mas em cirurgia os seus efeitos podem ser desastrosos. Eu conheci uma moça que operou bem antes de mim e teve sérias complicações e até hoje tem consequências. Então sigam a orientação do seu médico quanto a parar de fumar com bastante antecedência da cirurgia, porque a coisa pode ser muito séria ok?
No mais estou aqui para trocar idéias com vocês.
Bjsss e até mais!!

Rosângela

44 comentários:

  1. Rosângela tudo bem?Não sei se lembra de min,te adcionei no meu msn p pedir orientação sobre aiuma liminar,meu msn era recavaliere36 mas perdi este msn,hj marquei minha cirurgia,sera dia 05 08 2011,depois de quase dois anos de briga contra o plano de saude venci esta primeira etapa,queria te contar pq vc foi uma força p min mesmo sem estar presente,meu novo msn é crisbela31@live.com se puder me adciona,bjos

    ResponderExcluir
  2. OI Rosângela, meu nome é Vivien, sou do RIo de Janeiro. Assim como você, sou uma paciente tipo II. Estou no processo de preparo para cirurgia e resolvi pesquisar um pouco sobre, quando achei seu blog. Estou horrorizada, Rosângela. Quanto sofrimento. Como foi o resultado do seu sobrinho? Ele ainda sofre com a parestesia? É normal passar por isso, mesmo depois de dois anos? O que os médicos dizem? Se você pudesse voltar atrás, faria a cirurgia, mesmo sabendo que iria passar por todo esse sofrimento? Obrigada pelo seu blog! Muito bom poder ver a realidade de quem passou por isso. Beijos, Vivien

    ResponderExcluir
  3. Olá Cris(ex recavaliere36)Eu lembro de você sim. Que bom tudo deu certo com o plano. Boa sorte. Vou orar por você. tudo vai dar certo.
    Bjs

    Rosângela

    ResponderExcluir
  4. Olá Viven, seja bem vinda.

    São tantas perguntas, rs. Vamos a elas.
    No que diz respeito a meu sobrinho, ele está ótimo. Não tem nenhum problema com parestesia. Felizmente. Mas como sempre digo aqui cada pessoa é uma pessoa e, portanto, cada organismo é diferenciado do outro. Acredito que seja normal para a maioria das pessoas que operam, com a diferença que alguns superam, se recuperam totalmente outros como eu não. Por que? Não sei. Eu faria tudo de novo sim Viven e apenas por uma razão, porque essa parestesia não é nada diante do sofrimento que tinha, e agora está para trás. então valeu a pena.
    Minha médica acha que esses sintomas que chamo de sequelas são como uma espécie de dor e devem ser tratados, mas a opção de tratamento sugerido eu não quis. Prefiro dar tempo ao tempo. Estou usando uma formula homeopática para minimizar um pouco a situação.
    Obrigada por ter me visitado aqui e deixado seu comentário.

    Bjs e boa sorte

    Rosângela

    ResponderExcluir
  5. Olá Rosangela, sou de Itu. Bom passei com um cirurgião e realmente o plano só cobre o hospital então consegui passar com uma equipe médica que tem aqui no Hospital São Camilo, foi muito bem atendida por quatro médicos que me derão toda atenção possível e eu consegui começar com o andamento, o meu caso é tipo II e o cirurgião disse que terá que fazer duas cirurgias mas não entrou em detalhes comigo, pois vai explicar mais pra frente ele preferiu passar as coordenadar para a ortodontica dar início pois será longa essa caminhada. Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Olá você de Itu, obrigada pela visita. Deixe seu nome na próxima vez ok?
    Espero que tudo dê certo na sua caminhada.
    Abs

    Rosângela

    ResponderExcluir
  7. Oi Ro! Passei pra deixar um bjo. Faz tempo que não comento aqui mas estou sempre acompanhando as histórias!
    Bjos querida... e continua cada vez mais bonita, hein! =)
    Dynha
    ** Ah, Rosiclea... te add no msn, ok? Estive um tempo off mas se ainda quiser conversar, será um prazer! Bjos

    ResponderExcluir
  8. Oiiiii Dynha

    Que saudades. Outro dia estava pensando em você, na Marília também. Que bom você apareceu. Espero que Marília dê um alô. Gostaria de saber noticias dela.
    Obrigada por aparecer tá?
    Bjos
    Rosângela

    ResponderExcluir
  9. Olá Rosângela, aqui é Priscila, te escrevi semana passada. Hj estou no 11º dia de P.O., estive com meu cirurgião e ele acha q minha recuperação está ótima. Estou bem menos inchada do q semana passada, as dores melhoraram, comecei a fazer drenagem e está sendo bom. Porém, o q está me incomodando mto é q não consigo fechar os lábios. O inferior não tem movimento, está "caído" e os dentes de baixo ficam totalmente à mostra. Esta situação dificulta ainda mais a alimentação... Pelo q vi nas suas fotos vc não teve esse problema e pelo q comentam no seu blog não vi ninguém se queixar disto. Será q é normal? É péssimo ficar com a boca aberta pq acabo respirando pela boca, principalmente enqto durmo, e acordo a noite toda com a boca e garganta mto ressecadas, é horrível! Vc tinha movimento dos lábios, apesar da sensibilidade estar prejudicada no início da sua recuperação???
    Obrigada pela sua atenção! E parabéns! Vc ficou mmo mto bem após a recuperação total!!!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  10. Olá Priscila
    De fato eu não tive nenhum problema como esse que você está relatando. Não conheço ninguém que tenha se queixado também disso, pelo menos agora eu não me lembro. Meus lábios tinham movimento sim. Não era a mesma coisa porque eu estava em recuperação é lógico, mas não apresentei problemas da natureza que você descreve. Isso não significa que não seja normal o que está te acontecendo. Mas eu só não sei mesmo porque não vivi essa experiência. Mas eu usava uma faixa na cabeça que segurava a boca. Tenho uma foto aqui no blog. Porque você não experimenta usar?
    O que diz seu médico? Converse com ele para ficar mais tranquila e pergunte sobre a faixa.
    Bjs e boa sorte

    Rosângela

    ResponderExcluir
  11. Olá Rosângela, tudo bem? Eu sou de São Paulo, e sei que tem excelentes médicos por aqui, mas gostaria de voce pudesse me passar o nome do seu médico. Você disse que tinha retrognatismo somente mas parece que seu procedimento foi muito além disso, seu resultado ficou esteticamente incrível. Feminilizou MUITO seu rosto, sua estrutura facial, e tanto a mandibula quanto a maxila foram alteradas né? Você tem idéias de que movimentos foram feitos na maxila? Sabe se ela foi deslocada somente em profundidade ou também horizontalmente?

    Se você pudesse me responder eu ficaria absurdamente feliz.

    gabriel_awada@hotmail.com

    Abraço e boa sorte

    ResponderExcluir
  12. Olá Gabriel. Seja bem vindo!
    Minha médica é Dra. Vanessa Castro.
    Na realidade eu não tinha apenas o retrognatismo. Eu tinha sorriso gengival, com um grande avanço na maxila. De fato tanto a maxila quanto a mandíbula foram alteradas sim e com segmentação superior.Foi uma enorme faxina.Acredito que houve movimento horizontal porque eu era assimétrica. Você pode verificar que eu tenho uma foto com o rosto bastante torto depois da cirurgia. Meu queixo precisou de muito exercício para ficar no lugar certo.
    Obrigada por me visitar e espero ter tirado as suas dúvidas. Volte sempre que quiser.
    Abs

    Rosângela

    ResponderExcluir
  13. Olá, Rosangela, como vai? Aqui é a Erica, de SP, tenho 4 meses de operada, já nos conversamos por aqui. Quero te falar a respeito da parestesia, você tem lutado há algum tempo, pode me ajudar. Eu estou sentindo um formigamento na região do queixo, isto eu já sabia que seria assim, porém estou sentindo dores nesta região, é como se doessem os dentes, sabe, na raíz deles, estou estranhando muito, pois nunca vi ninquém ter dores na região parestesiada. Estas dores ocorrem quando toco esta região. O que são estas contraturas? Quais são exatamente as sensações? Tô fazendo fono ainda, ganhei alguns milímetros de abertura, rsrs. Quando puder me responda. Um beijão e obrigada!!

    ResponderExcluir
  14. Olá Ro.... rosicléa tudo bem? passo pra te dizer que tenho grandes novidades, são grandes mesmo meu plano cobriu tudo ate a equipe do meu medico que não é conveniada ao plano vc acredita, sem questionar nada, esta marcada´para o dia 08/10 mês que vêm, estou muito feliz pois não precisei brigar com o plano para nada. Foi de fato uma graça de DEUS. sempre que eu puder entrarei pra conversar e trocar ideias pra vc me ajudar se puder Ok. Um xero

    ResponderExcluir
  15. Olá Erica
    Essa tal parestesia é muito chata mesmo. Dia 10 completo dois anos de operada e continuo aqui com ela. Acho que não me livro mais dela. Na realidade não tenho respostas convincentes sobre isso. Segunda tenho consulta de revisão e vou voltar a falar com Dra. Vanessa. Depois informo por aqui.
    Eu fiquei com a região dos dentes inferiores muito sensíveis também. Hoje já não incomoda tanto isso. Sinto um conforto porque estou usando uma formula homeopática que só consigo aí em SP. Um amigo aqui do blog mandou manipular e me enviou pelo correio. Eu pessoalmente, pelo que andei pesquisando, acho que isso se deve ao fato de que temos os nervos cortados e a regeneração não deve ser perfeita, então ficamos com essa "sequela". Mas eu vou falar a respeito disso com minha médica na segunda. Vamos ver o que ela me dirá desta vez.Mas as sensações são: formigamento (só no lábio inferior); ardência como se tivesse passado pimenta. Eles ficam parecendo mais finos e sensíveis ao toque de quente e frio.Ao abrir a boca para comer algo como uma banana as vezes sinto dificuldades e tem também uma sensação de que o lábio está preso. Há também uma sensação de o lábio parece inchado as vezes. Mas é assim mesmo. Apesar da chatice eu já estou me acostumando e vou levando minha vida numa boa. Espero que você consiga superar porque tem muita gente aqui que não sente nada.
    Volte sempre que quiser.
    Bjs e boa recuperação.

    Rosângela

    ResponderExcluir
  16. Olá Rosecléa
    Que bom que tudo deu certo para você. Acredito que não está mais havendo problemas. Outro dia estava conversando isso com uma amiga que advoga muito nessa área e ela me falou que os planos não estão mais causando problemas para autorizar. Isso é bom.
    Estou esperando notícias da operação. E se precisar de ajuda ajudarei sim, fique tranquila.

    bjs

    Rosângela

    ResponderExcluir
  17. Oi Rosângela, é Priscila de Taubaté, td bem?
    Ainda continuo sem conseguir fechar os lábios, acredita? Mas comecei fisioterapia neurológica e esta semana começo fono e retorno com as sessões de drenagem. Tenho feito exercícios de motricidade oral e observei melhora nos movimentos do queixo e o lábio inferior já consegue se mexer um pouquinho. Acho q está evoluindo.
    Meu médico me deixou tirar os elásticos na hora de comer e fazer a higiene (até o 25º dia não havia tirado nem uma vez!). Agora sem os elásticos descobri q minha abertura de boca está mto prejudicada, só abro 1 dedo e bem apertadinho... A musculatura deve estar toda dura, presa e acho q é por isso q não abre... Espero q a fono e a fisio me ajudem neste aspecto, pq não cabe nem uma colher pequena de comida (quero dizer, de papinha...)! rs
    Mas passei mmo pra dizer o qto seu blog está me ajudando! Entro várias vezes ao dia, toda hora q tenho uma nova dúvida venho aqui consultar pra ver o q vc relatou, como foi com vc, etc... Além dos posts de outras pessoas q tbém ajudam mto! A troca de experiências é mto boa pq td q acontece no PO é novidade e a gente acha q só tá acontecendo com a gente e qdo vemos q acontece com outras pessoas e como se resolve ou q é normal e passa, ficamos bem mais tranquilos e sabemos q está correndo td bem...
    Mto obrigada mais uma vez por dividir sua experiência conosco!!!
    Boa sorte na sua consulta de revisão e tomara q traga boas notícias sobre a recuperação da parestesia!
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Olá Priscila. Que bom voltou.
    Com respeito a abertura da boca é assim mesmo. ainda mais que você passou esse tempo todo de borracha, sem folga. Mas a tendência agora é ir melhorando com os exercícios. Só acho um pouco cedo para a fono porque ela vai precisar de uma razoável abertura de boca para trabalhar. Mas tudo se arruma.
    Fico muito feliz em saber que posso ajudar um pouco. Outro dia minha sobrinha me perguntou se ainda faço postagens e porque ainda mantenho o blog. E eu disse a ela justamente isso: que buscava agora apenas ajudar aqueles que vão passar ou estão passando pelo que eu passei e ainda passo e, compartilhar experiências, é a melhor forma de ajudar. E sua manifestação agora me incentiva a continuar por aqui.
    Eu voltarei em breve com notícias.
    Bjs e melhoras para você.

    Rosângela

    ResponderExcluir
  19. Oii Rosangela...

    nossa...obrigado por ter me respondido, obrigado mesmo. Vou ver se marco uma consulta com a Dra. Vanessa. Eu só queria fazer mais uma pergunta. É visível que durante o tratamento houve um estreitamento da sua arcada e uma elevação da sua maxila, mas você não saberia dizer que tipo de movimento foi efetuado na maxila em questão de profundidade? Eu sei que sua mandibula foi seccionada e então posicionada mais a frente, mais anteriormente, para corrigir o retrognatismo, mas sua face ficou tão mais feminina do que antes que parece que ela conseguiu, ou não mexer na questão de profundidade da maxila, ou até avança-la. Digo...olhando de perfil, sabe se a região da maxila(somente a maxila, em relação não a mandibula, mas aos zigomaticos e aos olhos) se aproximou das suas orelhas, "afundou" para dentro da face, ou se esta mais distante das orelhas, mais avançadinha?

    Abraço

    Gabriel Awada

    ResponderExcluir
  20. Olá Gabriela Bem vinda de volta. Quanto as suas dúvidas, muito técnicas por sinal, tenho a esclarecer que minha mandíbula não foi seccionada além do normalmente previsto para este tipo de cirurgia, mas sim a maxila. Você pode verificar que ela era bastante projetada para frente e não tinha como retroceder se não com seccionamento. Os caninos foram retirados durante a cirurgia pra permitir o novo posicionamento da maxila.Essa de fato foi a grande movimentação. A mandíbula foi trazida para frente e um queixo foi acrescentado. Então foi uma grande mudança de fato. Dê uma olhada na panorâmica pós cirúrgica que postei e o posicionamento dos parafusos e placas.Mas aconselho que você tire suas dúvidas técnicas com a própria Dra. Vanessa porque sem dúvida ela terá condições de responder mais precisamente que eu né? Ela vai ser bem explicita com você e vai te mostrar a projeção do seu caso te respondendo de maneira mais satisfatória sem dúvida. Mas espero ter auxiliado. Boa sorte.
    Rosângela

    ResponderExcluir
  21. Rosangela, boa noite. Acompanhei todo o desenvolvimento do teu pós-operatório através deste blog. Em breve farei a minha cirurgia e gostaria muito de conversar contigo para esclarecer algumas dúvidas. O meu email é manusilva258@gmail.com. Agradeço a ti a atenção e oportunidade que me deste de acompanhar o teu caso. Torço muito para que tu tenhas melhoras com a parestesia e te desejo muita sorte.

    Sucesso em tudo o que fizeres,
    Manu Silva.

    ResponderExcluir
  22. Oi Manu, boa tarde. Obrigada pela visita.

    Olha eu terei um enorme prazer em tirar as dúvidas que você tiver. Contudo por e-mail é complicado, porque outras pessoa não poderão compartilhar e foge ao objetivo do blog. Não se preocupe que eu respondo tudo que eu puder ok?
    Pois então pergunte vamos lá.
    Bjs

    Rosângela

    ResponderExcluir
  23. olá rosangela, me chamo Clarissa, tenho 20 anos e minha cirurgia ortognática está programada para o ano que vem. Eu ainda não tenho plano de saúde, e gostaria de saber o que um plano deve ter para que eu tenha a assistência necessária para a cirurgia, e que seja mais fácil conseguir a liminar da justiça, que você falou em outro post. Muito obrigada, beijos.

    ResponderExcluir
  24. Boa noite Clarissa, seja bem vinda.
    Você deve procurar um bom plano de saúde. Hoje a maioria não está mais questionando a cobertura do procedimento. Pelo que tenho acompanhando isso já está mais ou menos tranquilo. Procure um bom plano e cumpra as carências que deve ter para a cirurgia. Ok?
    Se quiser aqui no blog tem uma leitora que obteve cobertura total sem nenhum problema. Roseclea o nome dela. Dê uma olhada pelo blog que você encontrará o e-mail que ela deixou para contato.
    Bjs

    Rosângela

    ResponderExcluir
  25. Olá Rosangela sou Jussiara a pouco tempo fui informada por minha ortodontista que vou precisar de uma cirurgia ortognatica, tenho medo e dúvidas preciso de sua ajuda, ficam sequelas irreversíveis apos a cirurgia?sei que cada caso é um caso mas preciso da opinião de alguém experiente.Valeu a pena passar por todo sofrimento que passou?Ainda não fui ao cirurgião bucomaxilo facial pra ser avaliada,ainda vou marcar.Espero sua resposta desde já fico grata Jussiara.

    ResponderExcluir
  26. Boa tarde Jussiara

    Olha eu tive sequelas da cirurgia, mas conheço pessoas que não tem nada. Mas no meu caso valeu muito a pena sim. Mas vc precisa consulrtar um buco maxilo e depois avaliar o custo beneficio para tirar as suas conclusões. Você precisa saber se você de fato precisa da cirurgia. você tem dores de alguma natureza? alguma deformidade estética muito agressiva? Enfim você mesma precisa decidir isso ok?
    Abs e boa sorte

    Rosângela

    ResponderExcluir
  27. Ola, Rosangela!
    Excelente blog. Parabéns pela inciativa. Pena que não encontrei seu blog antes da cirurgia.

    Fiz a mesma cirurgia há 1 ano e 6 meses.
    Meu caso é complicado, pois confiei no médico e fui induzida a fazer essa cirurgia sem necessidade funcional e nem estética. Como ele era conhecido da família não busquei outros diagnósticos. Hoje tenho 7 placas, 64 parafusos, uma parestesia que pega todo meu lado direito interno e externo (queixo, céu da boca e gengiva), perdi 2 dentes saldáveis para poder ajustar a mordida p/ cirurgia, fora os outros dentes (uns 5) que corro o risco de perder e fazer canal, porque escureceram, mas ainda não morreram totalmente, e vivo com essa sensação que você cita quando acorda: de tudo parecer rígido.
    Meu maxilar ficou muito para frente, acredito que ele errou no cálculo, com isso meu nariz ficou muito para frente, empinado, largo e um "bigode chines" bem mais marcado. Meus dentes estão todos tortos, tenho uma distancia de meio centímetro entre os dentes da frente e os debaixo (eles não se encostam quando fecho a boca). Sendo que antes da cirurgia, teve um momento que o ortodonto tava ajustando meus dentes para a cirurgia que eles ficaram em posições perfeitas (devia ter parado ali).

    Aconselho, no mínimo, quem quiser fazer essa cirurgia para com 3 bucos diferentes. Os riscos realmente são imensos. Para se ter ideia da irresponsabilidade do médico e minha, claro, por não ter ido em outros médicos, descobri o que era parestesia quando eu não sentia meu lado direito do rosto e fui pesquisar no Google. Enfim, se eu pudesse voltar atrás, eu JAMAIS faria essa cirurgia. Estou insatisfeita com minha aparência e sofro com as sequelas.
    Tenho uma duvida: esse médico chegou a me dizer que eu teria que tirar os pinos e as placas. Sua médica disse isso? Já ouviu falar que é necessária a retirada?

    Desde já obrigada e boa sorte na vida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Michele

      É uma pena que você não tenha sido bem sucedida. São riscos de fato que eu sempre alerto. Nem tudo são flores né?
      Mas tenha fé porque tudo nesta vida tem jeito.
      Quanto aos pinos e placas minha médica disse que na realidade depois que tudo está sedimentado eles perdem a função, mas que 0,01% das pessoas necessitam tirar. Casos necessários, segundo ela: caso o pacinete venha a desenvolver uma sinusite. As vezes a medicação pode não fazer efeito porque as bacterias se alojam nas placas e parafusos e, nestes casos é preciso tirar. Mas isso tem de ser investigado em conjunto com o otorrino e que de preferência tenha experiência com pacientes que "ortognáticos". A maioria não precisa.Se for o caso, o procedimento é feito no próprio consultório. ok?
      Bjs e boa sorte.

      Rosângela

      Excluir
  28. Oi Ro, pode nos falar um pouquinho mais sobre este tópico: "O fumo de modo geral não faz bem e todo mundo sabe disso, mas em cirurgia os seus efeitos podem ser desastrosos." Bem, fou fumante há seis anos e não consegui parar antes da cirurgia. Mesmo após 18 dias de operado tenho fumado tbm...só que bem menos....Sei que é um risco imenso e uma burrice tbm, mas estou disposto a mudar...me ajuda amiga...P.S.: não fumo apenas cigarro, se é que me entende?! Que Deus te use novamente para ajudar mais um...bjos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite anônimo

      Menino você gosta mesmo de brincar com fogo né?
      Não tenho muito aa crescentar ao que já postei sobre o assunto. Eu nunca fumei nada na vida. Para você ter uma ideia somente tomei um copo de cerveja com mais de 60 dias de operada. Se você escondeu isso de seu médico o que eu sugiro é que conte logo para que ele possa te orientar da melhor forma possível.
      Esse negócio é muito sério. Conheço pessoas que tiveram muitos problemas em pós-óperatório por causa do cigarro. Acredito que uma pessoa que se submete a uma cirurgia dessa, que exige tantos sacrificios, não pode deixar isso tudo correr risco de ruir. Tenha força de vontade para superar esse vicio que te consome, porque se você fez a cirurgia foi porque precisava não é mesmo? Os tecidos precisam estar firmes para a cicatrização e o fumo é um complicador. Por isso tome juízo e deixe esse vicio pelo menos enquanto se recupera.
      Consulte seu médico e converse sobre isso tudo ok? Esse é o melhor conselho que posso te dar.
      Abs e boa recuperação.

      Rosângela

      Excluir
  29. Meu nome é Natalina, realizei a cirurgia ha 05 anos, e fiquei com parestesia nos lábios e queixo, os sintomas são exatamente os mesmos que você descreveu, queimação, ardência, sensação de de lábios mais fino e preso, além do inchaço. gostaria muito de conseguir a formula que você está usando. meu e-mail é natitravizan@gmail.com. Agradeço muito se puder me ajudar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Natalina
      Olha nessa altura do campeonato não acredito que a formula vá resolver isso. Não resolveu para mim a época. Não uso mais nada e permanecem os sintomas. Eu já me acostumei com eles. Como já postei antes, eu fiz de tudo para tentar resolver isso, inclusive acupuntura. Mas resolvi encarar o fato de que isso não se reverterá. Mas fique tranquila. A vida vai seguir normal e isso não vai te atrapalhar. Seja feliz.
      Abs
      Rosângela

      Excluir
  30. Meu nome é ludmilla e gostaria se possível que me desse formula estou no 3 mês de operadA. Meu email é ludmilladias2@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Ludimila
      Olha a formula eu não tenho mais.Joguei o último frasco fora não tem um mês.
      Não fez resultado algum em mim, por sinal.
      Abs

      Rosângela

      Excluir
  31. Ola sou francisca tenho sete meses de operada, tive rejeição dos fixadores e tiver que fazer um procedimento pra retira-los, mas o que incomodam muita e essa dormência no queixo , a sensaçao de queimação é como se os dentes tivesse em constante movimento. E uma sensação constante de dor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Fran
      A sensação de dormência tenho até hoje. Mas dor nunca tive no pós, felizmente.
      Converse com seu médico para descobrirem a razão disso.
      Desejo boa sorte.
      Abs
      Rosângela

      Excluir
  32. Olá, Rosângela!

    Parabéns pela iniciativa de informar outras pessoas sobre o procedimento da cirurgia ortognática com base em sua experiência pessoal.
    li e vi vários depoimentos na internet, inclusive vídeos de pessoas que fizeram a cirurgia e disseram que não se arrependiam, o que me deixou mais segura em fazer também. Confesso a você que eu estava certa de que faria a cirurgia até ouvir da minha dentista a palavra "parestesia". Fui pesquisar sobre isso. Por sorte achei o seu blog e vi do que se tratava. Embora eu saiba que posso ter resultados estéticos muito bons, decidi não mais fazer, pois o pós-operatório é incerto, cada caso é um caso. Também tenho experiência com cirurgia óssea. Quando eu era criança, fraturei o fêmur, e durante mais de 15 anos eu senti formigamento e desconforto quando o tempo mudava, principalmente quando o tempo esfriava. A sensação de dormência na região da perna durou mais de 5 anos para melhorar. Não sei se você sente esses sintomas. Como cada organismo reage de uma forma, a minha experiência devido à fratura óssea me mostrou que não tenho boa recuperação. Se um dia a tecnologia avançar e não for necessário fazer esse procedimento tão invasivo, pode ser que eu mude de ideia...
    Obrigada por compartilhar conosco a sua experiência com a cirurgia ortognática, que a meu ver, ficou esteticamente muito bonita.

    Abçs!
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Maria
      Muito sensata sua postura. Eu tenho a parestesia e não vai desaparecer considerando que se passaram mais de cinco anos da minha cirurgia. Eu fui avisada e insisti porque tinha dores horríveis. Então achei o preço módico a pagar em face dos benefícios que perseguia e, não foi o estético.
      Mas você está certissimo. Sempre precisa pesar tudo na balança para decidir. Parabéns.
      Boa sorte na vida e feliz 2016!
      Rosângela

      Excluir
    2. Bom dia Maria
      Muito sensata sua postura. Eu tenho a parestesia e não vai desaparecer considerando que se passaram mais de cinco anos da minha cirurgia. Eu fui avisada e insisti porque tinha dores horríveis. Então achei o preço módico a pagar em face dos benefícios que perseguia e, não foi o estético.
      Mas você está certissimo. Sempre precisa pesar tudo na balança para decidir. Parabéns.
      Boa sorte na vida e feliz 2016!
      Rosângela

      Excluir
  33. oi Rosangela, espero que você responda! fiz a cirurgia ortognatica faz 16 dias e minha recuperação está sendo Boa, mais tenho essa dormência principalmente na parte dos lábios. não sei se é normal, enfim incomoda bastante. gostaria de saber o que eu Posso fazer para ajudar na recuperação da sensibilidade? é fisioterapeuta, fono e acupuntura? qualquer fono é fisioterapeuta? ou existe algum especifico? na sua opinião ainda está recente para isso? e em relação á exames pós cirurgicos quais devem ser feitos? até agora so fiz um raio x e mais nada.. tirei os pontos.. vou sempre para ele olhar a recuperação e majs nada!

    espero resposta!

    cynthia

    Natal -RN

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cynthia
      Tudo issoque sente é super normal, mas tem de ir logo cuidando.A fisioterapia tem de começar de imediato.Assim que tiver com abertura da boca ideal a fisio te encaminha para a fono e depois pode fazer a acupuntura.
      Mas precisa estar ciente que pode ficar com essa dormência, como é o meu caso. é uma sequela que atinge algumas pessoas.
      Boa sorte na jornada!!!

      Abs

      Rosângela

      Excluir
  34. Oi Rosangela! Tudo bem? Sou paciente classe 2, caso semelhante ao seu, e fiz minha cirurgia ha 6 meses. Estou arrependida piis não gostei do resultado estético e estou com parestesia no lábio. E olha que não alterei a mandíbula! Apenas seccionei o maxilar e diz mentoplastia. Minha dúvida é: ;i que vc retirou dois dentes para chegar o maxilar para trás. Meu médico não fez isso, mas meu maxilar ficou mais projeto depois da cirurgia! A única coisa que resolveu foi o excesso gengival. Estou querendo refazer a cirurgia e pedir para chegar o maxilar para trás... Mas tenho medo pois o cirurgiõa disse que isso envelhece a face, precipa rugas e que é muito arriscado pegar em nervos ligados a cabeça e provocar paralisia facial. O seu médico te alertou disso? Ele dizse qual dos procedimentos provocou sua parestesia? Outra coisa: o seu lábio mudou de formato? o meu diminuiu bastante :( Obrigada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia
      A minha cirurgiã me advertiu da parestesia. Mas quanto ao resto sempre demonstrou que estava segura no planejamento que fez.
      A parestesia ela me disse que os nervos são cortados as vezes não se reconstituem como eram antes em algunas pessoas.
      Você mesma pode tirar suas conclusões quanto ao tamanho dos meus lábios e tudo mais. Basta analisar o antes e depois que está no blog.
      Mas cada caso é um caso.
      Bom domingo e boa sorte.
      Abraços
      Rosângela

      Excluir
    2. Bom dia
      A minha cirurgiã me advertiu da parestesia. Mas quanto ao resto sempre demonstrou que estava segura no planejamento que fez.
      A parestesia ela me disse que os nervos são cortados as vezes não se reconstituem como eram antes em algunas pessoas.
      Você mesma pode tirar suas conclusões quanto ao tamanho dos meus lábios e tudo mais. Basta analisar o antes e depois que está no blog.
      Mas cada caso é um caso.
      Bom domingo e boa sorte.
      Abraços
      Rosângela

      Excluir